Situe-se...

href="http://www.textoconbrillo.net/" target="_blank" title="Texto con brillo">lucia

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Grande alegria para Todos


O anjo falou aos pastores: "Eis aqui vos trago boa nova de grande alegria, que o será para todo o povo" (Lc 2.10). Nesta curta frase Deus nos apresenta uma abundância de verdades a respeito da salvação, que nos são dadas por meio de Jesus Cristo:

1. "Eis aqui..." Com essa expressão Deus chama a nossa atenção, para que prestemos atenção ao que Ele vai dizer a seguir. Num mundo em que a humanidade desde sempre esteve à procura de libertação, salvação e perdão, num mundo em que os homens procuram algo em que se apoiar e no que possam confiar plenamente, Deus nos apresenta, em Seu Filho, algo que ilumina toda a eternidade para nós.

O imperador romano Augusto apresentava-se aos súditos do seu reino como sendo Deus. Ele tinha que ser adorado. Mas as pessoas continuavam sofrendo em sua desesperança e permaneciam amargamente decepcionadas. Talvez você também esteja decepcionado com pessoas que considerava exemplos e esteja procurando por alguém em quem possa confiar: olhe para Jesus, o Autor e Consumador da fé! Jesus se apresenta e diz: "Olhe para mim, e você não será decepcionado". Se você olhar constantemente para Jesus pela fé jamais será decepcionado!

2. "Eis aqui vos trago..." Deus nos traz a mensagem mais grandiosa e poderosa de todos os tempos, que supera todas as outras mensagens anteriores. Quantas mensagens humanas já ressoaram sobre esta terra e se perderam para sempre! Mas a mensagem de Deus em Seu Filho Jesus é: Existe perdão dos pecados. Uma vida arruinada pode ser renovada. O Senhor dá vida eterna a todos os que crêem nEle. Qualquer pessoa que vem a Jesus não será rejeitada. Há uma morada maravilhosa junto a Deus para todos aqueles que entregam sua vida a Jesus.

3. "Eis aqui vos trago boa-nova de grande alegria..." A alegria que nos é dada em Jesus não é uma alegria passageira. Ela é colocada em nosso coração e nos enche de profunda paz. Sua alegria sustenta de maneira maravilhosa a nossa vida nos dias de felicidade e de sofrimento. Sua alegria é a certeza da vida eterna, a maravilhosa certeza de estar ligado a Deus.

Essa alegria falta ao homem natural, porque lhe falta a comunhão com Deus. Ele procura preencher esse vazio com alegrias passageiras da vida. Sua alegria se apóia em aventuras e divertimentos – mas o seu coração não se satisfaz com tais coisas. Ao invés de encontrar a alegria que tanto busca, ele se afunda cada vez mais em desesperança e aflição. Jesus entra nessa situação e quer dar-Se a Si mesmo a você. Aceite o dom inefável de Deus. Então seu coração ficará em paz e você receberá plena alegria. A partir desse momento sua vida passará a ter um fundamento firme e permanente.

4. "Eis que vos trago boa-nova de grande alegria, que o será para todo o povo." A mensagem de Deus por ocasião do Natal é para todos, para grandes e pequenos, para jovens e velhos, para pessoas de moral elevada, para vagabundos e criminosos. O Senhor não faz diferença: qualquer um pode vir a Ele, e todo aquele que Lhe pede, recebe.

Por isso, permita que haja Natal em seu coração, lançando sobre Jesus os seus pecados, assim como todas as suas preocupações e angústias, e entregando-Lhe sua vida! Então valerá também para você: "É que hoje vos nasceu... o Salvador, que é Cristo, o Senhor" (Lc 2.11).

A você que já é salvo, que já é filho de Deus, pedimos de todo o coração: continue nos ajudando a propagar esta mensagem! Ajude-nos também a dizer aos homens que Jesus voltará. Justamente a mensagem do Natal indica que Israel ainda tem uma esperança na vinda do seu Messias. Lemos em Lucas 2.32: "Luz para revelação aos gentios, e para glória do teu povo de Israel." Na primeira vinda, Jesus foi luz para salvação aos gentios. Na Sua vinda em grande poder e glória, Ele, o Messias de Israel, salvará o Seu povo e estabelecerá Seu glorioso reino milenar de paz. Vem, Senhor Jesus!

Para o ano que Começa


“Celebrai com júbilo ao Senhor, todas as terras. Servi ao Senhor com alegria, apresentai-vos diante dele com cântico” (Sl 100.1-2).

O ano velho terminando, o ano novo começando, vamos nos perguntar: Como deverá ser minha vida com Deus neste novo ano? Quais serão minhas prioridades? O que o Senhor espera de mim? Para acharmos as respostas, voltemos ao Salmo 100: “Celebrai com júbilo ao Senhor, todas as terras. Servi ao Senhor com alegria, apresentai-vos diante dele com cântico” (vv.1-2).

– O Salmo 100 não começa dizendo apenas “Celebrai ao Senhor”, mas: “Celebrai com júbilo ao Senhor, todas as terras”.

– Ele não diz apenas “Servi ao Senhor”, mas: “Servi ao Senhor com alegria”.

– Não está escrito somente “apresentai-vos diante dele”, mas: “apresentai-vos diante dele com cântico”.

Neste momento, tomemos a decisão de crescer na gratidão ao Senhor, ganhando almas para Jesus. Não vamos apenas servi-lO neste novo ano, mas servir a Ele com alegria. Além disso, não nos apresentemos simplesmente diante dEle, mas cheguemos à Sua presença “com cântico”.

“Celebrai com júbilo ao Senhor, todas as terras”Chama a atenção quantas vezes somos conclamados na Bíblia a louvar e adorar ao Senhor. A Escritura deixa bem claro quem deve louvar e adorá-lO, quem deve celebrar com júbilo ao Senhor:

– Seus santos: “Salmodiai ao Senhor, vós que sois seus santos, e dai graças ao seu santo nome” (Sl 30.4).

– Israel : “Casa de Israel, bendizei ao Senhor; casa de Arão, bendizei ao Senhor; casa de Levi, bendizei ao Senhor; vós que temeis ao Senhor, bendizei ao Senhor” (Sl 135.19-20).

– Os gentios: “Louvai ao Senhor, vós todos os gentios, louvai-o, todos os povos” (Sl 117.1).

Até os céus, a terra e os montes devem exaltá-lO: “Cantai, ó céus, alegra-te, ó terra, e vós, montes, rompei em cânticos” (Is 49.13). No mesmo versículo encontramos a razão de todo esse júbilo: “porque o Senhor consolou o seu povo e dos aflitos se compadece.” A Bíblia fala de mais razões para louvar a Deus, por exemplo: “Louvai ao Senhor, porque ele é bom; cantai louvores ao seu nome, porque é agradável” (Sl 135.3). Ou: “Exaltado seja o Deus da minha salvação” (Sl 18.46). “Por causa da sua misericórdia... Por isso te glorificarei entre os gentios e cantarei louvores ao teu nome” (Rm 15.9). Ou pensemos nas tantas vezes em que Sua bondade infinita é louvada e exaltada em cânticos: “Rendei graças ao Senhor, porque ele é bom; porque a sua misericórdia dura para sempre” (Sl 106.1; 107.1; 118.1; 136.1; etc.).
“Cantai, ó céus, alegra-te, ó terra, e vós, montes, rompei em cânticos” (Is 49.13).

Inúmeras pessoas, inclusive muitos cristãos, infelizmente, esquecem de louvar e agradecer, de celebrar com júbilo ao Senhor! Mas o louvor a Deus não deve ser expresso apenas através de palavras. O próprio Senhor Jesus exorta os crentes a viverem uma vida santificada para que os outros, aqueles que nos observam, possam louvar ao Senhor: “Assim brilhe a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus” (Mt 5.16). E Pedro escreve em sua primeira epístola: “mantendo exemplar o vosso procedimento no meio dos gentios, para que, naquilo que falam contra vós outros como de malfeitores, observando-vos em vossas boas obras, glorifiquem a Deus no dia da visitação” (1 Pe 2.12). Se a nossa vida for um testemunho autêntico do poder renovador de Deus, então outros serão levados a entoar conosco o louvor a Deus. Vamos juntos, neste ano que começa, fazer com que o louvor ao Senhor ecoe de nossas vidas de maneira renovada! Se vivermos de acordo com nossa elevada vocação, coisas grandiosas acontecerão!

“Servi ao Senhor com alegria!”Não devemos simplesmente servir ao Senhor; vamos fazê-lo “com alegria” (Sl 100.2). Isso significa levar Filipenses 2.14 a sério: “Fazei tudo sem murmurações nem contendas”. “Murmuração” é reclamar, é demonstrar falta de vontade e reagir negativamente. Servir ao Senhor “com alegria” significa servi-lO sem murmurar, sem reclamar, sempre de boa vontade.

Talvez alguém pergunte: “Quando acontece alguma coisa comigo, como posso saber o que vem do Senhor, o que resulta das circunstâncias ou o que procede das pessoas que me cercam?” Se respondêssemos essa pergunta de maneira direta e imediata, certamente consideraríamos sempre como vindas do Senhor aquelas coisas que nos agradam. Então tudo seria muito fácil, não teríamos o menor problema em servi-lO com alegria, sem murmurar e sem reclamar. Mas muitas vezes não é simples separar o que vem de Deus daquilo que procede de homens ou das circunstâncias. Por quê? Porque no final das contas tudo vem dEle! Nem sempre Deus é o causador direto do que se passa conosco, mas Ele permite que as coisas aconteçam em nossas vidas. Se aceitarmos essa verdade e eliminarmos toda a murmuração de nosso coração, perseverando nessa atitude, então estaremos servindo ao Senhor com alegria!
Louvar e agradecer: muitos cristãos, infelizmente, esquecem de fazê-lo.

Paulo escreveu a um grupo de escravos em Éfeso: “Quanto a vós outros, servos, obedecei a vosso senhor segundo a carne com temor e tremor, na sinceridade do vosso coração, como a Cristo” (Ef 6.5). Esses escravos, ao se submeterem à autoridade de seu senhor, não estavam submetendo-se apenas a ele mas também a seu Mestre celestial. E a maneira como exerciam seu serviço demonstrava que estavam servindo ao próprio Senhor com alegria, da maneira como Paulo o definiu: “como a Cristo’. O mesmo vale para nós: “Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças” (Ec 9.10). E: “Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens” (Cl 3.23). É assim que servimos ao Senhor “com alegria”!

“Apresentai-vos diante dele com cântico”O próprio Senhor Jesus demonstra o que isso significa: “Naquela hora, exultou Jesus no Espírito Santo e exclamou: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultaste estas coisas aos sábios e instruídos e as revelaste aos pequeninos. Sim, ó Pai, porque assim foi do teu agrado” (Lc 10.21). Jesus havia se apresentado diante de Seu Pai para trazer-lhe Sua gratidão e Seu louvor, e Seu coração se rejubilava de alegria. Como havia surgido essa alegria tão grande? Será que se tratava de uma simples emoção que tomou conta dEle? Não, não foi o que aconteceu. Está escrito: “naquela hora, exultou Jesus no Espírito Santo...”

Em 1 Tessalonicenses 5.19 lemos: “Não apagueis o Espírito”. Muitas vezes o Espírito Santo anseia por nos levar a um intenso júbilo espiritual, especialmente quando Ele consegue realizar sua maior obra, que Cristo descreve como sendo: “Ele (o Espírito Santo) me glorificará” (Jo 16.14). Justamente nesses momentos, quando o Espírito está despertando em nós uma grande alegria pela pessoa de nosso Senhor Jesus Cristo, quando está glorificando ao Filho diante de nossos olhos espirituais, não deveríamos impedi-lO de realizar Sua obra em nós, não deveríamos abafá-lO, mas permitir que esse júbilo, essa alegria intensa tenha livre acesso a nossos corações. Muitos talvez se sintam constrangidos e procurem sufocar as manifestações de intensa alegria que o Senhor nos concede, por temerem que elas possam vir de uma fonte que não é pura. Naturalmente precisamos ter cuidado para não cair em um cristianismo só de sentimentos, como infelizmente tem acontecido com muitas igrejas. Mas existe realmente essa grande alegria no Espírito, esse júbilo de que Jesus nos deu o exemplo: “Naquela hora, exultou Jesus no Espírito Santo...” Essa “exultação” significa, no texto original, “um júbilo intenso, que nos leva a demonstrar alegria, a cantar e a expressar nossa intensa satisfação, nosso profundo deleite. Jesus não exultou apenas em Suas emoções, pois Sua alegria era gerada pelo Espírito Santo.

“Louvai ao Senhor, porque ele é bom; porque a sua misericórdia dura para sempre” (Sl 106.1).

Que neste início de ano o Salmo 100 sirva de impulso para que nos apresentemos ao Senhor com cântico. Vamos fazê-lo? Vamos gravar profundamente em nossos corações essa conclamação? Não esqueçamos: um júbilo produzido pelo Espírito Santo glorifica
e alegra o nosso Senhor.
Feliz 2011!!!

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Uma Noite Inesquecivel




Ora, havia naquela mesma comarca pastores que estavam no campo, e guardavam, durante as vigílias da noite, o seu rebanho. E eis que o anjo do Senhor veio sobre eles, e a glória do Senhor os cercou (Lucas 2:8-9).

Uma noite inesquecívelO período natalino já começou. As vitrines e os prédios há muito estão decorados com primor. Todos estão afetados pela atmosfera do Natal. Para alguns, ir à igreja e ouvir o sermão natalino é tradição. Um dos versículos mais lidos nesse período é o registrado acima. É simples e ao mesmo tempo sensacional.

De noite, um anjo de Deus apareceu inesperadamente aos pastores que estavam fora dos portões de Belém. A glória divina envolvia toda a cena, algo que os pastores jamais experimentaram. Aqueles homens de repente se encontraram diante de uma realidade que nenhuma pesquisa científica pode investigar.

Esse foi um maravilhoso pano de fundo para a mensagem celestial: “Na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor” (v. 11).

Os pastores saíram imediatamente para visitar a Criança na manjedoura. E depois foram relatar o que viram por todo o distrito. Para eles era uma ocasião especial, uma noite santa.

Como esse relato nos emociona até hoje! Nessa época tão agitada, nossa tendência é ignorar o significado dessa mensagem. O Senhor Jesus nasceu para ser o Salvador e o Senhor do mundo. Mas os crentes vivem essa boa notícia todos os dias, pois expe­rimentam a salvação que Cristo lhes ofereceu e se rendem ao senhorio dEle.
Feliz Natal!!!

Paz No Natal



"Paz na terra" foi a alegre mensagem das multidões de anjos aos pastores quando Jesus nasceu. Essa paz prometida foi uma expressão da boa vontade de Deus para com os homens.Há muitos anos tive uma conversa com um judeu que me perguntou com visível ansiedade: "Quando virá o tempo de que fala Isaías (2.4), quando as espadas se transformarão em relhas de arado e as lanças em podadeiras, quando uma nação não mais levantará a espada contra outra nação e nem aprenderão mais a guerra, quando até os animais selvagens serão mansos, quando o lobo e o cordeiro habitarão juntos e um menino apascentará o bezerro, o leão novo e o animal cevado (comp. Is 11.6-9)?" Nitidamente pude perceber em sua voz a tristeza e o lamento pelas guerras sem fim, pela inimizade entre Israel e seus vizinhos. Infelizmente, não pude dar-lhe uma resposta à sua pergunta sobre quando virá essa paz prometida por Deus. Mas que um dia ela virá, disso não resta a menor dúvida!

A época do Natal é uma oportunidade especial para agradecermos a Deus por Jesus, que trouxe paz aos nossos corações, pela Sua mensagem e por nos dar o Espírito da paz. A paz é chamada de fruto do Espírito em Gálatas 5.22. O mundo procura desesperadamente pela paz, pensemos apenas no processo de paz no Oriente Médio e nas negociações que deveriam trazer a paz. Com tudo isso não se alcança a paz da qual a Bíblia fala. Quando muito se alcançará uma paz relativa. Só a paz de Deus que, conforme Filipenses 4.7 excede todo o entendimento, consegue nos dar verdadeira paz em meio a este mundo inquieto. É dessa paz que falam as multidões de anjos. Será que depende de Deus ou dos homens essa paz reinar ou não? Será que podemos fazer alguma coisa para que Deus possa realizar Sua boa vontade aqui na terra? Realmente depende muito de nós, homens, nos apropriarmos dessa oferta de Deus, de valorizarmos esse grandioso gesto de boa vontade de Deus para conosco, de permitirmos que a paz anunciada no Natal se torne realidade em nossas vidas. Por isso o tempo de Natal também deve ser um tempo de reflexão, um tempo de voltarmos para Deus!

Por ocasião do nascimento de Jesus, havia pessoas em Israel que depositavam sua confiança em Deus e que esperavam pelo Salvador prometido por Deus. Sempre havia um remanescente que esperava em Deus. E como é hoje em dia? Em que baseamos nossa esperança? Será que ela está depositada no progresso ofuscante e sedutor deste mundo ou nossa esperança está colocada unicamente em Deus? Somos realmente pessoas que esperam em Deus? Só assim experimentaremos aquilo que Ele promete em João 14.27: "Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize." É assim que, em meio a este mundo agitado, poderemos ter a paz que ninguém conseguirá nos tomar!
Uma das caracteristicas fundamentais de Cristo era a capacidade de transformar os seus seguidores em pressoas ativas, dinâmicas, com habilidades para expresar seus sentimentos e pensamentos. Ele não queria um grupo de pessoas passivas, tímidas com personalidade anulada.

A cada momento Ele instigava a inteligência dos que o cervava e procurava libertá-los do seu cárcere intelectual. Os textos são claros, Jesus ensinava perguntando, instigando a inteligência e procurando romper toda a timidez e toda distância. Não gostava de se exaltar. Embora fosse reconhecido como Filho de Deus, cruzava a sua história com as dos mais próximos e os tomava como seus amados amigos.
Fonte: O Mestre da Sensibilidade- Augusto Cury




Olá!!!!

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

O que nos Reserva o Amanhã?


Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele (Salmo 37:5).

Não presumas do dia de amanhã, porque não sabes o que produzirá o dia (Provérbios 27:1).

Hoje, muitas pessoas se perguntam: “O que este ano reserva para mim ou para nós?” Essa questão é relevante no primeiro dia do ano, visto que os acontecimentos são sempre anotados no ano em que eles acontecem, quer sejam puramente pessoal ou de importância histórica. As circunstâncias da vida nos trazem dor e alegria. A maioria de nós gostaria de saber quais situações felizes nos esperam e também faria de tudo o que estivesse ao alcance para evitar as tristes.

Estamos preparados para admitir que Deus tem as chaves de nossa vida? Ou atribuímos tudo ao acaso? Será que acreditamos ser os mestres de nosso destino? Todos os que acham que controlam sua vida têm de reconhecer que as doenças graves ou as tragédias provam que essa é uma crença errada. Ambas alteram radicalmente o curso que traçamos para nós.

O rei Ezequias ficou seriamente doente, mas quando se recuperou, reconheceu que Deus havia intervindo para o abençoar: “Eis que, para
minha paz, eu estive em grande amargura; tu, porém, tão amorosamen­te abraçaste a minha alma, que não caiu na cova da corrupção, porque lançaste para trás das tuas costas todos os meus pecados” (Isaías 38:17).

Desejamos aconselhar nossos queridos leitores a começar este ano colocando suas vidas nas mãos de Deus e buscando Sua vontade por meio da leitura da Bíblia. Ele não falhará em responder. O Senhor mostrará o caminho da salvação e da bênção: Seu Filho, Jesus Cristo. Ele pode nos dar a paz de espírito que necessitamos para enfrentar as dificuldades da vida. Como Ezequias, devemos perceber que elas são instrumentos para fortalecer nossa confiança nEle.

Mensagem de Natal


Natal, tempo de paz, de luz,
de alegria e gratas recordações.

Tempo em que relembramos nossa infância repleta de fantasias,
expectativas impregnadas de amor e saudades.

Tempo em que revivemos o carinho de nossos pais,
o aconchego da família e todas as pessoas queridas
que marcaram positivamente nossas vidas.

Feliz Natal!



quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

39º Confraternização do Círculo de Oração Rosas de Saron do Jardim são João


Nosso Grupo de Obreiros







O círculo de oração do Jd são João é coordenado pela nossa pastora irmã Euzenir Ribeiro.e dirigido pela irmã Lúcia Izidoro juntamente com suas ajudadoras,irmã Nneidinha e irmã Eva Mª.Tendo como maestrina Eva Mª,Diva Rodrigues e Alexandra.Nos dias 26-28-10 o círculo de oração completou 39º aniversário de fundação.Sobre o tema:"ouvi a tua oração e vi as tuas lágriamas baseado no livro de 2º reis cp 20.v 5". O evento teve início as 1900. Com oração na direção do Pr.José Paiva Ribeiro.
lá estiveram árias irmãs de nossas congregaçoes.Contou com a presença de vários irmãos obreiros entre els o Pr. Eduardo que ministrou a palavra sobre a unção do
Espírito santo.
Deus tem abençoado de maneira especial este trabalho,podemos afirmar que é um trabalho árduo,porém,tem sido aprovado pelo Senhor Jesus,Vidas tem sido salvas e curadas,família tem sido restauradas através das orações destas incansáveis irmãs que não medem esforços para fazerem a obra de nosso Mestre Jesus.
agradço a cada uma das irmãs que compõem o grupo Rosas de saron,e externo minha felicidade por estarmos juntas e por saber que a obra do Senhor pode contar com seu companheirismo,e sua oração.O seu trabalho é visto pelo Senhor e seu galardão vem dos céus.Com Meu amor,Lúcia Izidoro

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Amor,Sexo e Lascívia


Uma das palavras mais populares do vocabulário dos adolescentes é amor. Porém poucos adolescentes realmente sabem o que é amor de verdade. Muitos confundem amor com lascívia, desejo, cobiça. Amor é de Deus - lascívia é do diabo. O amor liberta -- a lascívia lhe prende na armadilha.

Adolescentes cheios de lascívia e desejo têm produzido contextos que chocam qualquer senso de decência. Uma onda de promiscuidade sexual varre o país e o mundo. Os jovens conversam abertamente sobre viver juntos sem estarem casados, anticoncepcionais, gravidez, fornicação vergonhosa. As doenças venéreas estão atingindo milhares de adolescentes. As escolas estão alarmadas. Os pastores se preocupam. Os pais estão horrorizados. Os adolescentes estão sendo lançados numa órbita de luxúria e de paixões abomináveis e implacáveis. Eis uma história verídica de dois jovens que confundiram lascívia com amor. Ele era filho de um homem rico. Ela era a bela filha de uma família destacada socialmente. Ele achava difícil conseguir fazer alguma coisa com ela. Isso o incomodava dia e noite. Começou a elaborar e desenvolver planos sobre como possuí-la. Ela era completamente inocente; desejava mais do que nada encontrar o amor de sua vida.

Ele era bom de papo e tinha muitos amigos. O seu primeiro passo foi ganhar a confiança dos pais. Se transformou num tremendo fingido; usou todos os truques que havia nos livros; disse aos amigos que estava apaixonado por ela -- que não conseguia nem dormir e nem comer. Ele teria de possuí-la de qualquer jeito. Um dia o mundo desabou em cima dela. Ele falou suave como o diabo, e foi astuto como uma raposa. Era mais forte do que ela. Os registros dizem que ele a forçou. Mais tarde soube-se que ela tentou fugir, mas não conseguiu. Ela chorou dizendo da vergonha terrível que seria, de como estariam ofendendo os pais dela, da loucura que ele estaria fazendo a si mesmo -- mas ele não quis ouvir. O amor ouve, mas a lascívia jamais. O amor é cauteloso -- a lascívia é cega e descontrolada. Era amor de verdade? Você mesmo vai responder. Cinco minutos após tê-la desonrado, ele subitamente muda. Ela vê nele o animal que ele realmente era. Ele ordena que ela suma. Ela chora histericamente; suplica que ele não faça uma coisa assim tão odiosa. Ele tinha sido muito amoroso - mas agora que havia conseguido o quê desejava a odiava.

Perguntas começam a se formar nos lábios dela. "Para onde irei? E a minha família? Já foi mal o jeito que você me tratou, mas por que agora se volta contra mim?" Suas palavras caem sobre ouvidos surdos. Ele diz que não suporta nem vê-la, e começa a lhe dizer palavrões e até se recusa a levá-la para casa. Ela é levada à casa de parentes. A última coisa que ele lhe diz é: "Não quero nunca mais te ver". Ela foi pega na armadilha! Esse não é o fim da história. Nunca é. Alguém quis se vingar. O irmão dela ficou furioso, e o pai quase morreu. O fim trágico veio num "coquetel" promovido pelo irmão da garota. Um criminoso contratado assassina o moço. Ele morre instantaneamente.

Isso sôa como uma história dos jornais de hoje, não é? Mas essa é a história bíblica de Amnon e Tamar. (Você pode lê-la em Segundo Samuel 13). Também é a história de um número incontável de adolescentes por todo lado. A Bíblia diz: "Cada um é tentado pela sua própria cobiça, quando esta o atrai e seduz. Então, a cobiça, depois de haver concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, uma vez consumado, gera a morte" (Tiago 1:14-15). A cobiça produz a morte! Ouça jovem - você sabe o resultado do jogo. A rota da cobiça, da lascívia - é a rota do inferno. E o inferno é a armadilha final do diabo! A atitude moderna em relação ao pecado não é nova em absoluto. Satanás enlaçou Eva com as mesmas mentiras que usa para prender na armadilha os adolescentes de hoje. Uma mesma rota sempre leva ao mesmo final. Flertar com o pecado sempre o levará àquele ponto onde você se verá subjugado por ele, incapaz de dar um jeito. Quando o jovem tenta se livrar das leis de Deus, ele só acaba pego na armadilha pelo diabo.
Há uma saída para você. Há um jeito para se chegar ao real amor, à felicidade e à segurança. Mas é um caminho único: o jeito de Deus. O caminho de Deus é esse: aceite o presente de Deus, Jesus Cristo. Não se compra esse amor. Ele o ama mesmo com todos os seus pecados, e oferece salvação a você -- de graça. Você não precisa se reformar. Ele o transformará.
O amor que Deus lhe oferece está tão acima de qualquer outro amor, que é capaz de produzir o mais elevado tipo de felicidade. Como conhecer o amor de Deus?( João 3:16) fala sobre ele: "Porque Deus *amou* ao mundo (incluindo você) de tal maneira que deu o seu Filho unigênito". Como sabemos que Deus nos ama? Porque Ele deu. O amor verdadeiro está interessado em dar em vez de receber. O amor verdadeiro se interessa pelo bem da outra pessoa, em vez de buscar gratificação pessoal.


Com Meu Amor, Lúcia Izidoro

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Os Dez Mandamentos da Mulher Virtuosa


1- Ela teme ao Senhor, e esse temor faz com que veja o marido como se fosse o Senhor Jesus, mesmo que ele seja incrédulo. “... mas a mulher que teme ao Senhor, essa será louvada." (Provérbios 31.30)

2- Ela é sabia; por isso, fala pouco ou só mesmo o necessário. Quando a pessoa fala muito é porque é egoísta, e sempre quer impor aos outros as suas idéias e pensamentos. "O que guarda a boca conserva a sua alma, mas o que muito abre os lábios a si mesmo se arruína." (Provérbios 13.3)

3- Ela é discreta. Nunca procura chamar a atenção dos outros para si. O seu comportamento é contrário ao das mulheres do mundo. A sua fala é suave, os seus vestidos são discretos. O seu rosto pode ser maquiado, mas não "mascarado"; o seu cabelo é penteado, mas não de forma exótica. "Como jóia de ouro em focinho de porco, assim é a mulher formosa que não tem discrição." (Provérbios 11.22)

4- Ela é virtuosa. A mulher virtuosa é aquela que procura cuidar muito mais do seu coração do que do seu corpo. Tem, como fragrância no seu corpo, a plenitude da presença do Espírito Santo. "Porque nós somos para com Deus o bom perfume de Cristo; tanto nos que são salvos, como nos que se perdem." ( 2 Coríntios 2.15)

5- Ela é forte. Não se abate diante das dificuldades. Pelo contrário, quando os momentos difíceis acontecem, surge com a determinação de mulher de Deus. "A força e a dignidade são os seus vestidos, e, quanto ao dia de amanhã, não tem preocupações." (Provérbios 31.25)

6- Ela é de Fé. A mulher de Fé é aquela que vê nas dificuldades apenas novas oportunidades. Como dona-de-casa, sabe fazer do limão uma boa limonada! Estimula a Fé do seu marido com palavras de ânimo e coragem. "O coração do seu marido confia nela... " (Provérbios 31.11)

7- Ela é trabalhadeira. A mulher de Deus nunca é preguiçosa, porque tem prazer em cuidar dos afazeres de casa de tal forma que, quando o seu marido chega à casa, tudo estará em ordem. Ela não espera que os outros façam aquilo que é de sua competência. "É ainda noite, e já se levanta, e dá mantimento à sua casa, e a tarefa às suas servas. Atende ao bom andamento da sua casa, e não come o pão da preguiça." (Provérbios 31.15 e 27)

8- Ela é fiel. A mulher de Deus não é fiel apenas ao seu marido, mas também à sua igreja. Sua fidelidade se faz transparecer no serviço da obra de Deus. "Aconteceu depois disto que andava Jesus de cidade em cidade e de aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do Reino de Deus, e os doze iam com ele, e também algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual saíram sete demônios; e Joana, mulher de Cuza, procurador de Herodes, Suzana e muitas outras, as quais lhe prestavam assistência com os seus bens." (Lucas 8.1-3)

9- Ela é sensata. A mulher de Deus sabe ser cuidadosa com suas palavras, especialmente quando o seu marido é incrédulo. Os lamentos e as reclamações nunca surtem bom efeito nos ouvidos de quem os ouve. Se é sensata, sabe como contornar uma situação desagradável, ao invés de ficar reclamando todo o tempo. "A morte e a vida estão no poder da língua; o que bem a utiliza come do seu fruto." (Provérbios 18.21)

10- Ela tem bons olhos. A mulher de Deus procura ver as demais pessoas como Deus as vê. É verdade que há pessoas más e que é difícil vê-las com bons olhos, mas porque ela é de Deus os seus olhos sempre procuram ver o lado bom daquelas pessoas. É melhor ser prejudicado com bons olhos do que alcançar vantagens com maus olhos. "São os olhos a lâmpada do corpo. Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso; se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas. Portanto, caso a luz que em ti há sejam trevas, que grandes trevas serão!" (Mateus 6.22,23)

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Meu Amor,


Notas de Ursinho para seu Amor!

Qual o Significado de Emo?


As meninas emo fazem um tremendo sucesso. Mesmo com o pessoal sacaneando tanto elas por serem emos, acabam dando o braço a torcer, pois a grande maioria delas são
lindas! Veja abaixo umas fotos de meninas emo e veja se não concorda:



Emo, do francês emo-fif, significa biba emotiva. Há também fontes que afirmam que vem do latim emossae, ou seja, “sem genitália”. Emos são exatamente o cruzamento de homossexualismo com música punk, em perfeita harmonia. Emos existem desde os primórdios da civilização, com as primeiras marcas em cavernas terem sido encontrados milhões de anos. A única diferença é que agora, ser emo está na moda.
As meninas emo fazem um tremendo sucesso.

Deus nos Guarde!!!!

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Oração da Mulher


Dá-me, Senhor, um pouco de Eva, aquela auxiliadora idônea.

Dá-me, ó meu Pai, o sorriso de Sara e um pouco do lar dos pais de Rebeca. Dá-me Senhor, um pouco da honestidade de Lia, mas livra-me, Senhor, do erro de Raquel.

Eu te peço, Senhor, a sabedoria de Joquebede, e coloca em minha boca o cântico de Miriã. Não me deixe, Senhor olhar para trás, como a mulher de Ló, nem te amaldiçoar como a mulher de Jó, mas dá-me, Senhor, a fé de Raabe, de Loide, da Sunamita, da viúva de Sarepta e de Marta, e o derramar de Maria a teus pés para ouvir-te e ungir-te com bálsamo.

Peço-te, Senhor que escondas de mim Jezabel e Herodias, mas dá-me, ó Pai o altruísmo de Ester e a felicidade de Isabel. Afasta de mim, ó Pai, o pedido da mãe de Tiago e João.

Dá-me, Senhor, a persistência de Rute e a amabilidade de Noemi. Sim, meu Pai, livra-me da mulher adúltera e também de Safira.

Dá-me, Senhor um pouco da mulher samaritana, para que eu possa correr e te anunciar.

Dá-me, Senhor em pouco de Joana, de Suzana, que te prestaram assistência com seus bens.

Faze-me, ó Deus, como as Cinco Virgens Prudentes, e afasta de mim, Senhor, a insensatez das Cinco Loucas.

Dá-me, Senhor, um pouco de Ana, quando derramava a sua alma perante ti, e, como mãe, dava tudo o que possuía.

Dá-me, ó meu Pai, a bondade de Dorcas. Oh! Senhor, dáme a coragem de Maria Madalena, aquela que foi a última a deixar a cruz e a primeira a visitar o sepulcro! Aquela, Senhor, que teve o privilégio de levar a tua mensagem de ressurreição a teus discípulos.

Fonte:
Revista Visão Missionária

Render-se Jamiais,sou uma Mulher virtuosa


A Bíblia nos revela dois tipos de mulher: a sábia e a insensata. A diferença entre elas está simplesmente na qualidade da fé que cada uma possui. O sábio rei Salomão escreveu: “A mulher sábia edifica a sua casa, mas a insensata, com as próprias mãos, a derruba.” (Provérbios 14.1).

A mulher insensata permite que os sentimentos controlem a sua vida, aniquilando qualquer vestígio de fé. As suas emoções falam alto no seu coração, a ponto de confundir o seu raciocínio, fazendo o certo parecer-lhe errado.

Então, em vez de combater os problemas, ela se torna indiferente aos mesmos. Sem falar no conflito interior, que a impede de descobrir qual o próximo passo a ser dado; pois qualquer atitude tomada sem fé irá conduzi-la a um modo de vida conturbado.
Já a mulher sábia jamais abandona a sua casa. Ela é fiel e permanece firme no lar, até que este seja bem estabelecido. Nem o tempo a faz desanimar, pois ela vive pela fé, que nos faz enxergar além de quaisquer circunstâncias.

A fé não é limitada pelo tempo nem pelas circunstâncias, mas é uma certeza tão profunda que ninguém pode tirá-la.

A mulher solteira também está inserida nesse contexto, pois a Palavra de Deus não especifica que “a esposa sábia edifica a sua casa”, e sim “a mulher virtuosa”.

E com uma mulher sábia não tem trégua, não importando o quão difícil se torne um problema. Para ela é tudo ou nada; e esta é a verdadeira fé. Desistir não é opção para a mulher sábia. Afinal, ela é uma guerreira, uma mulher de Deus.

A fé que ela possui, é de uma força invisível e interior, muitos não conseguem enxergar. Só mais tarde é que verão os seus frutos. A Palavra de Deus diz ainda: “Mulher virtuosa, quem a achará? O seu valor muito excede o de finas jóias.” (Provérbios 31.10).

As mulheres que possuem esse tipo de fé têm um grande valor diante de Deus, e dos homens. E você, amiga leitora? Será que tem se rendido aos problemas, ou permanecido na fé, que garante o seu futuro em Deus?
Com meu amor,Lúcia Iziodro

terça-feira, 25 de maio de 2010

Síndrome do ninho vazio


Mulher,o que é o Sindrome do ninho vazio?



Você criou os filhos para o mundo, mas nunca imaginou que sofreria tanto quando eles realmente partissem. A casa está vazia e não há mais ninguém para devorar seus bolos de chocolate em segundos ... e agora? (Paula Balsinelli)

A Síndrome do ninho vazio não é considerada uma doença física ou psíquica, mas sim, uma profunda tristeza que algumas mães ou pais enfrentam quando os filhos deixam o lar, por motivo de estudos, trabalhos, casamentos, entre outros. E aquele sentimento de vazio e até mesmo de inutilidade começa a aparecer na vida do casal, apesar do orgulho e da sensação de missão cumprida.

Ana Cristina Gonçalves, psicóloga, diz que a Síndrome do Ninho Vazio é um problema bastante comum, e que “acontece principalmente com mulheres que não desenvolveram outro papel, senão o de mãe”.


“ É uma fase complicada principalmente para as mulheres que passaram vinte e poucos anos de suas vidas dedicando-se exclusivamente aos filhos: quando eles vão embora, elas perdem o chão.”


Em uma reportagem publicada na revista VEJA, a psicoterapeuta Lídia Aratangy, especialista em família, diz que essa situação corriqueira na vida familiar -quando os filhos tornam-se independentes e partem para outra moradia- pode converter-se até mesmo em fonte de um problema de saúde e desencadear outros males, além da síndrome do ninho vazio, como alergia, dermatite, distúrbio intestinal, dificuldade respiratória ou febre sem motivo aparente como também depressão.

A síndrome é de difícil diagnóstico, mascarada pelas pequenas moléstias que surgem em decorrência da somatização dos sentimentos. Para agravar ainda mais a situação, a saída dos filhos coincide na maioria das vezes com a chegada da menopausa e o confronto com o início da velhice.

De acordo com a também psicóloga Magdalena Ramos, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, caso a relação do casal esteja fortemente apoiada na presença dos filhos, poderá ocorrer uma agravante: o casamento fica sem sentido e o desgaste aflora. Para Lídia, “o importante é conversar muito sobre o assunto e não reprimir o que se está sentindo, aceitar a tristeza e os sentimentos opostos. Depois passa. Pois a vida é uma contínua transformação”. Magdalena ressalta que mais tarde, com a chegada dos netos, o homem e a mulher descobrirão novas emoções, resgatando a sensação de ser imprescindível e reconquistando o amor-próprio.

História do Círculo de Oração


Círculo de oração




Na historia das Assembléias de Deus no Brasil, o Círculo de Oração é um marco que se aproxima dos 60 anos. O trabalho fundado em Recife – Pernambuco, pela irmã Albertina Bezerra Barreto, hoje abrange todo o Brasil em varias denominações e expandiu – se também em outros paises como Argentina, Estados Unidos e Japão.
A enfermidade da menina Zuleide, filha de Albertina foi à maneira pela qual Deus se utilizou para chama – lá a uma obra tão grande. A menina não andava nem falava e os especialistas pelos quais foi consultada deram lhe apenas oito anos de vida. Com fé no medico dos médicos, Albertina convocou algumas senhoras de sua igreja no bairro recifense de casa amarela, para ajuda – lá em oração. Sete irmãs se prontificaram, foram Elas: Cecita Colaço, Malphara Bezerra, Maria do Carmo, Antonia Viegas, Ana de Souza, Otávia Pessoa e Maria José. Marcaram a primeira reunião para o dia 06 de março de 1942. Estava assim iniciada uma nova e marcante atividade na igreja do Senhor: o CÍRCULO DE ORAÇÃO.
E cumprindo – se a promessa de Deus na vida da irmã Albertina sua filha Zuleide cresceu, andou e viveu até aos 49 anos de idade.

ESCOLHA DO NOME:
O nome, diz a fundadora, foi colocado por causa de um folheto que havia lido cujo texto explicava que a oração era como um circulo nos céus. “Quando estávamos orando, lembrei – me da mensagem e disse: - vamos circular os céus com as nossas orações”.
Desde o seu inicio o Círculo de Oração, é semelhante a um exercito em marcha, preparado para a guerra. A igreja sabe que pode avançar contra o inimigo, pois conta com uma retaguarda composta de um batalhão de mulheres que, em oração, se prepara para auxilia – lá na peleja contra o mal.
A Igreja Evangélica Assembléia de Deus no Brasil, comemorando hoje 90 anos, tem sido completada com muitos milagres, curas, batismos no Espírito santo, e vidas restauradas pelo clamor e oração de mulheres de fé que freqüentam o Círculo de Oração, dobrando os joelhos em favor dos aflitos, das lideranças, dos missionários, dos lares, e de todos os que confiam que Deus ouve e atende.
SOBRE A FUNDADORA:
ALBERTINA BEZERRA BARRETO, natural de Pernambuco, aceitou a Jesus aos 13 anos. Crente fiel e dedicada participava do coral e ensinava na Escola Dominical. Casada com Florismundo Barreto Montenegro lhe nasceu Zuleide e Josival, este reside em Brasília e lhe deu oito netos e quatro bisnetos.
Hoje aos 85 anos de idade, lúcida e ativa na obra do Senhor, como um marco de fé, continua dirigindo o mesmo Círculo de Oração que fundou no bairro de casa amarela, onde reúne as quintas – feiras cerca de 300 pessoas entre adultos e jovens. Iniciou também o Círculo de Oração em João Pessoa – PB, onde dirigiu 14 anos e incentivou a abertura do trabalho em Natal – RN, Bahia e Belo Horizonte – MG. Tem viajado por quase todo o Brasil e vários paises do mundo testemunhando.

Temos Círculo de Oração em todas as nossas Congregações, em todos os dias da Semana, o circulo de oração em minha igreja, é todas as segundas-feiras à noite,Participe!!!!

Dia Mundial da Oração


O que é....



O DIA MUNDIAL DA ORAÇÃO é um movimento que reúne mulheres cristãs, de muitas tradições, em todo o mundo, para observar um dia comum de oração por ano. Em muitos países esse contato tem continuidade em reuniões de oração e trabalho.

É um movimento iniciado por mulheres e realizado em mais de 170 países e regiões.

É um movimento simbolizado por uma celebração anual – primeira sexta-feira de março – à qual todos são bem-vindos.

É um movimento que aproxima mulheres de várias raças, culturas e tradições, estreitando, relacionamento, compreensão e trabalho.

Através do DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO, mulheres de todo o mundo:

Afirmam sua fé em Jesus Cristo;

Compartilham suas esperanças e temores, alegrias e tristezas, oportunidades e necessidades.

Através do DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO, mulheres são encorajadas:

A se conscientizarem do que acontece no mundo e a não viverem isoladamente;

A se enriquecerem com experiências de fé vividas por cristãos de outros países;

A levarem as cargas de outras pessoas, orando com e por elas;

A reconhecerem seus dons e talentos e usá-los em benefício da comunidade.

Através do DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO, as mulheres reconhecem que a Oração e a Ação são inseparáveis e que ambas tem incontestável influência no mundo, unindo todos em torno da Oração com Informação

As origens do Dia Mundial de Oração remontam ao século XIX, quando mulheres cristãs dos Estados Unidos e Canadá iniciaram através da oração, uma variedade de atividades de cooperação e apoio à participação de mulheres em obra missionária nacional e estrangeira. Estas atividades estavam relacionadas às seguintes áreas:

Identificação com as necessidades das mulheres e crianças: Apesar da forte resistência dos grupos missionários, composto exclusivamente de homens, em 1861 e nos anos seguintes, as mulheres fundaram grupos femininos numerosos e eficientes, para a obra missionária estrangeira e nacional, mediante as quais puderam trabalhar diretamente com e para mulheres e crianças.

O papel da oração na obra missionária: Desde 1812 as mulheres motivaram umas as outras a participar em oração pessoal e assumir a liderança na oração comunitária e por missões. Esta ênfase à oração conduziu a dias e semanas anuais de oração. Em 1887 mulheres presbiterianas convocaram um dia de oração para as missões nacionais e as mulheres metodistas convocaram uma semana de oração pelas missões estrangeiras. Em 1891 iniciou-se o dia batista de oração pelas missões estrangeiras. Em 1895 Mulheres Auxiliadoras da Igreja Anglicana do Canadá iniciaram um dia de intercessão comunitária pelas missões. Em 1897 as mulheres de seis denominações formaram um comitê único para um dia de oração, pelas missões nacionais e, em 1912, convocaram um dia de oração pelas missões estrangeiras. Essas mulheres tiveram a visão da unidade cristã

O estudo foi de responsabilidade de todas: Após a Conferência Missionária Ecumênica realizada na cidade da Nova Iorque em 1900, as mulheres organizaram um Comitê Central para o estudo interdenominacional que preparou publicações, conferências de verão, dias de estudo e cursos para que mulheres pudessem manter-se informadas sobre a vida da mulher em outras partes do mundo. Também, estudaram bases bíblicas e questões vitais relacionadas com a obra missionária.

Organização de estruturas: As mulheres organizaram estruturas interdenominacionais que foram eficazes e solidárias. Por exemplo, em 1908 as mulheres fundaram o Conselho Feminino para as Missões Nacionais e assumiram a responsabilidade do trabalho conjunto com imigrantes e outras questões sociais, e para a preparação da celebração conjunta do Dia da oração.

As mulheres celebram seu compromisso: Em 1910 – 1911 as mulheres celebram o 50º aniversário das atividades missionárias femininas organizando uma série de conferências nos Estados Unidos, que proporcionou uma grande experiência do que haviam adquirido em cooperação ecumênica, em âmbito local e global, no compartilhar a oração e informação, e na reflexão bíblica. Tudo isso estava nas mãos das mulheres. Desta experiência se formaram muitos grupos femininos locais e interdenominacionais

As mulheres uniram a paz mundial com a missão mundial: Depois da devastação da 1º guerra mundial, as mulheres tomaram consciência de que a paz mundial estava intimamente ligada a obra missionária no mundo. Assim as mulheres renovaram seus esforços pela unidade.

No Canadá, em 1918, as mulheres presbiterianas convocaram representantes das associações missionárias femininas de cinco denominações, com o propósito de oração e ação conjunta. Este comitê organizou o primeiro Dia de Oração do Canadá, no dia 09 de Janeiro de 1920. No mesmo ano, em 20 de Fevereiro, estabeleceu-se a comemoração do Dia de Oração na primeira Sexta-feira da quaresma, como o dia conjunto de oração pelas missões. Devido ao apoio estusiasta dos grupos femininos locais, denominacionais e interdenominacionais, o Dia da Oração se expandiu rapidamente nos Estados Unidos. Em 1922 as mulheres canadenses adotaram a mesma data.

Nasce o Dia Mundial de Oração: Em 1926 as mulheres da América do Norte distribuíram a liturgia do culto para muitos países e missionários. A resposta, a nível mundial, foi recebida com grande entusiasmo. Em 1927 o tema da oração foi um chamado para as missões através de um Dia Mundial de Oração.

Declaração: Em 1928 o Comitê do Dia Mundial da Oração elaborou a seguinte declaração: “É com profunda gratidão que reconhecemos o crescente interesse pelo Dia Mundial da Oração. O círculo de oração se estendeu realmente ao redor do mundo. Aprendemos a grande lição de orar com, em lugar de orar por nossas irmãs de outras raças e nações, enriquecendo nossa experiência e dando lugar ao poder que deve ser nosso se quisermos cumprir o trabalho que nos é confiado.”

Na Conferência Missionária Internacional de Jerusalém, em 1928, as delegadas de vários países consideraram que a participação, a nível mundial, seria um laço de união entre as mulheres. Helen Kim, da Coréia, foi eleita como a primeira mulher fora dos Estados Unidos para escrever a liturgia do culto do Dia Mundial de Oração, em 1930.

Também em 1930, a Federação do Conselho Feminino de Missões Estrangeiras da América do Norte, elegeu dez mulheres ao redor do mundo como membros co-responsáveis. Traçaram planos para um comitê mundial para o Dia Mundial de Oração, em 1932, mas as condições econômicas de depressão impediram que concretizassem.

Em 1941, a coordenação do Dia Mundial de Oração nos Estados Unidos passou a ser responsabilidade do movimento interdenominacional conhecido, agora, como Igreja Unida de Mulheres (The Church Woman United).

Em 1969, a União Mundial de Organizações Católicas Femininas passou a participar do Dia Mundial da Oração.

Com estas origens o Dia Mundial da Oração tomou sua forma atual. As mulheres têm levado este trabalho por onde vão.

Em 1968 formou-se um Comitê Internacional que se reúne em Assembléia a cada quatro anos. Nessa ocasião os comitês nacionais e regionais se encontram. Na Suécia em 1968, reuniram-se trinta e três mulheres de vinte e três países afim de orar e planejar. Foi fixada a primeira sexta-feira de março como data oficial da celebração do Dia Mundial da Oração. A primeira Diretoria Internacional foi eleita e a Sra. Gudrum Diestel, da Alemanha, foi a primeira Presidente mundial e permaneceu até 1974. Na Tailândia, em 1970, aconteceu a segunda Assembléia Mundial e no México, em 1974. Zâmbia em 1978. Alemanha em 1982. Estados Unidos em 1986. Jamaica em 1990. Austrália em 1995 e África do Sul em 1999.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

A melhor definição para saída do Pr.Silas Malafaia


Entre os blogs que eu li a respeito da saída do pastor Silas Malafaia da CGADB, encontrei um que foi repetitivo, outro que só escarneceu e outro que duvidou até da idoneidade dos crentes da Assembleia de Deus. Mas ninguém definiu melhor o ocorrido do que o pastor Renato Vargens:


"Neste sábado a Assembleia de Deus recebeu a notícia do desligamento do Pr. Silas Malafaia da Convenção Geral das Assembleias de Deus do Brasil. É possível que o fato em si tenha deixado alguns dos assembleianos tristes e abatidos quanto aos novos rumos daquela que é maior denominação evangélica do país. No entanto, creio que a saída de pastor Silas aponta exclusivamente para a providência divina que livrou os irmãos assembleianos de severos constrangimentos teológicos.


Caros irmãos, com a saída do Malafaia, a Assembleia de Deus não precisará mais combater em seu próprio arraial a funesta teologia da prosperidade. Com a saída do Malafaia, a Assembleia de Deus não necessitará mais lutar contra as sementes "murdokianas" que envergonharam milhares de pastores em nosso país.


Com a saída do Malafaia, a Assembléia de Deus não precisará mais sentir-se constrangida com a comercialização da Bíblia de R$ 900,00. Com a saída do Malafaia, a Assembleia de Deus não necessitará mais dar explicações sobre aviões, sementes, numerologia e outras coisas mais.


Prezados irmãos assembleianos, verdadeiramente HOJE o Senhor vos deu uma nova e grande VITÓRIA EM CRISTO.




Renato Vargens"

seja Uma Mulher Virtuosa!

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto

Alguns fatos sobre mim:Primeiramente amo a Deus o criador do universo.Amo minha família.Amo meus amigos.Amo fazer o bem sem olhar a quem.Sou uma mulher que chora não porque sou fraca mas porque tenho sesnsibilidade.Uma mulher que chora é poderosa sabe porque? ás lágrimas de uma mulher é como dinamite diante do seu criador.Sou feliz pois Deus tem sido compassível á mim colocando pessoas especiais ao meu caminho tenho um esposo maravilhoso.Procuro vivenciar a cada dia o gostoso sabor do amor,quebrando o maior de todos os paradgmas.A felicidade é somente para aqueles que amam como Cristo amou.Ah,sou desprovida de beleza física,minha beleza está no meu interior.Também não importo ser
cotraversial.Amo envelhecer porque só assim é que eu amadureço.Eu amo ser diferente.Se precisar de mim mande-me um recado pelo vento,estarei aqui sempre.
Minhas redes sociais:
 

Pesquisar este blog

Minha Filha Ana Paula e Meu neto Marcos Vinícios

Minha Filha Ana Paula e Meu neto Marcos Vinícios

Minha Mãe e eu.

Minha Mãe e eu.

Meu Amor Pedro Guilherme

Meu Amor Pedro Guilherme

Minha Família

Minha Família

Simplesmente,Linda!!!

Simplesmente,Linda!!!

Meus Amores,Minhas Vidas

Meus Amores,Minhas Vidas

Karol e Felipe

Karol e Felipe
Meus netos

Minha Neta Karol,Lucas,Felipe e Meu Filho Salomão

Minha Neta Karol,Lucas,Felipe e Meu Filho Salomão

Meu neto Felipe

Meu  neto  Felipe
Que Deus ilumine vida desta linda criaturas.

SEJA BEM-VINDO A ESTE BLOGGER DE MULHER VIRTUOSA DEUS QUER TE USAR.

ESTE BLOGGER,É PARA VOCÊ MULHER,QUE DESEJA SER SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS.







Flores-e-Rosas - Graphics, Graficos e Glitters Para Orkut

Agradecimentos - Graphics, Graficos e Glitters Para Orkut

Clique aqui e escolha a sua no Site TonyGifsJavas.com.br

























































































































































































EU E MINHA FILHOTA CLÁUDIA

Minha Família

Minha Família
Meu Genro Cris e Minha filha Cláudia

Minha Netinha Karol Izidoro

minhas imagens

minhas imagens
Mues netos Pedro e Ingrid Izidoro

Minhas imagens

Minhas imagens
Eu, e Meu Amado Esposo Mauro & Lúcia Izidoro